As bases do diagnóstico ortopédico
Dr. Abner Carlos Areno

Os cirurgiões ortopédicos lidam com lesões, ferimentos, doenças e alterações do sistema musculoesquelético.

De um modo geral, os pacientes não têm noção do controle autônomo, independente, do funcionamento do próprio corpo.

Por exemplo, eles não têm noção do aumento de insulina depois de uma refeição rica em polissacarídios ou da resposta do fígado após um estímulo pelo colesterol.

Entretanto, a função do sistema musculoesquelético é freqüentemente alcançada e gerida por um ato consciente da vontade.

Falhas para alcançar a ação e a função necessárias são, geralmente, rapidamente aparentes.

O exame clínico ortopédico poderá ser, como é tradicionalmente feito em outros grupos de entidades patogênicas, baseado em sinais e sintomas, tais como as inflamatórias, infecciosas, vasculares, neoplásicas ou degenerativas.

No entanto, pelas características do paciente ortopédico, o exame é usualmente aplicado para a solução de problemas em áreas específicas – joelho doloroso, ombro doloroso etc .

Um histórico cuidadoso, isto é, a história que é relatada pelo paciente, fornecerá informação suficiente para, pelo menos, um diagnóstico provisório, que poderá ser confirmado por um exame clínico metódico.

Apesar de algumas exceções, os exames subsidiários são a seguir realizados apenas para confirmar o diagnóstico.

Em cirurgia ortopédica é relativamente fácil fazer o diagnóstico.

No entanto, a escolha do tratamento é que constitui o verdadeiro desafio. Para a decisão do melhor tratamento é essencial a avaliação da dor e quantificar a incapacidade.

Esta, de algum modo, será avaliada pela deformidade resultante, tempo de progressão, etc.

Entretanto, será determinada principalmente pela limitação resultante quanto às atividades sociais, domésticas, recreativas e profissionais.

Apesar das expectativas serem diferentes de paciente para paciente, é necessário definir em que grau a qualidade de vida está comprometida, e isto, é próprio para cada paciente.

Somente quando baseado em tais informações é que o cirurgião ortopédico poderá chegar a uma decisão racional.

← voltar

Todos os direitos e imagens reservados - Clínica de fraturas Zona Norte | Design by Midhaus