Dor: bases fisiológicas - classificação dos sentidos somáticos
Dr. Abner Carlos Areno

Em fisiologia, a dor faz parte de um grupo de sensações chamado de sentidos somáticos. Estes são mecanismos nervosos que coletam informações sensoriais do nosso corpo. Não devem ser confundidos com os chamados sentidos especiais (visão, audição olfação, gustação e equilíbrio). Os sentidos somáticos podem ser classificados em três tipos:

1. Os sentidos somáticos mecanorreceptivos (v.mecanorreceptor), que incluem as sensações táteis e de posição, estas últimas estimuladas pelo deslocamento mecânico de alguns tecidos do corpo. Os táteis incluem os sentidos de tato, pressão, vibração e cócegas; os de posição incluem os sentidos de posição estática e de velocidade dos movimentos.
2. Os sentidos somáticos termorreceptivos (v.termorreceptor), que detectam o calor e o frio.
3. O sentido somático da dor que é ativado por qualquer fator que lese os tecidos.

Existem ainda outras classificações das sensações somáticas, agrupadas em outras classes, tais como:

1. As sensações exteroceptivas que são aquelas a partir da superfície do corpo.
2. As sensações proprioceptivas que são as que se referem ao estado físico do corpo, incluídas aqui as sensações de posição, as sensações dos tendões e dos músculos, as sensações de pressão das plantas dos pés e a sensação de equilíbrio (geralmente é considerada como sensação especial, em vez de somática).
3. As sensações viscerais que são as provenientes das vísceras do corpo (quando se usa esse termo, quer-se referir às sensações provenientes dos órgãos internos).
4. As sensações profundas que são aquelas provenientes dos tecidos profundos, como fáscias, músculos e ossos. Nelas estão incluídas a pressão “profunda”, a dor e a vibração.

← voltar

Todos os direitos e imagens reservados - Clínica de fraturas Zona Norte | Design by Midhaus