Dor: bases histológicas
Dr. Abner Carlos Areno

Informações referentes ao ambiente externo e interno do organismo, são constantemente enviadas ao sistema nervoso central (SNC) por meio dos órgãos dos sentidos. Na porção inicial desses órgãos existem estruturas especiais, os receptores, cuja função é converter diferentes formas de energia em alterações do potencial de suas membranas (v. membrana celular, potencial de membrana, potencial de repouso e potencial de ação neural). A isso se chama potencial gerador. Posteriormente, as fibras nervosas aferentes (v. fibra nervosa aferente) transformam esse potencial gerador inicial em potenciais de ação que serão transmitidos ao longo dessas fibras até o SNC, levando as informações recebidas a este último onde as mesmas serão processadas. Os receptores agem, assim, como transdutores que transformam um tipo de energia em outro. São, geralmente, terminações nervosas ou células especializadas para essa atividade. São várias as formas de energia que podem ser assim convertidas, pois há receptores sensíveis à energia mecânica (pressão e tato), à térmica (frio e calor), à eletromagnética (luz) e à química (olfação, gustação e teor de CO2 e O2 do sangue). A maioria dos potenciais geradores é produzida, provavelmente, por alterações na permeabilidade das membranas dos receptores.

Avaliando-se os receptores do ponto de vista histológico, poderiam ser classificados da seguinte maneira:

a) sistema receptor relacionado com sensibilidade somática e visceral, sensível à pressão, vibração, temperatura e dor (é este último, particularmente, que nos interessa). Incluem-se aqui os mecanorreceptores que dão informação sobre o grau de distensão de vísceras ocas, como, por exemplo, o seio carotídeo e os receptores do tubo digestivo e vias urinárias;
b) sistema propriorreceptor, que fornece informações sobre a posição, no espaço, dos diversos segmentos do corpo. Esse sistema compreende os receptores da porção vestibular do ouvido, dos músculos, dos tendões e das articulações;
c) sistema quimiorreceptor, que participa na gustação e na olfação. Incluem-se aqui os receptores viscerais sensíveis a CO2 e O2 (na parede dos vasos) ou alimentos (na parede do tubo digestivo);
d) sistema receptor da audição, responsável; e
e) sistema fotorreceptor, responsável pela visão.


Receptores da sensibilidade cutânea, profunda e membranas mucosas

Estes receptores, de acordo com o seu aspecto morfológico, podem ser divididos em livres e encapsulados, conforme tenham ou não membranas de tecido conjuntivo envolvendo as terminações nervosas. São responsáveis pelos sentidos estudados a seguir.

TATO E PRESSÃO:
devidos principalmente aos corpúsculos de Meissner, Ruffini, Krause, Merkel, terminações livres e terminações em paliçada ao redor dos folículos pilosos.

a) Os corpúsculos de Meissner, freqüentes naderme (papilas dérmicas) da palma da mão, dedos, planta dos pés, são estruturas alongadas que se dispõem dentro de algumas papilas dérmicas. Apresentam-se formados por tecido conjuntivo regularmente disposto, dentro do qual penetram várias terminações nervosas.
b) Estudos recentes demonstraram que os corpúsculos encapsulados de Ruffini e Krause, aos quais se atribui a função de sentir variações de temperatura (frio e calor), realmente são responsáveis por sensações táteis. O corpúsculo de Krause é freqüente na pele, mucosas da boca e órgãos genitais. Apresenta-se como uma dilatação com terminações nervosas ramificadas envoltas por cápsula conjuntiva. O corpúsculo de Ruffini tem estrutura semelhante, só que é mais achatado.
c) Os corpúsculos de Merkel da pele são compostos de uma célula epitelial especializada, chamada célula de Merkel, que está em contato com fibras amielínicas que penetram a membrana basal e terminam em forma de discos (de Merkel) na parte inferior das células de Merkel.
d) O mecanorreceptor mais bem estudado é o corpúsculo de Vater-Pacini, que se apresenta sob a forma de uma terminação nervosa, envolta por delga-
das camadas concêntricas de tecido conjuntivo. Adquire, pois, ao corte, o aspecto uma cebola. É encontrado nas camadas profundas da pele, no tecido conjuntivo em geral, incluindo o domesentério e o das vísceras.

DOR, FRIO E CALOR:
Admite-se que terminações livres, não-encapsuladas, sejam responsáveis pela sensação de dor, frio e calor que pode ser provocada por um excesso de estímulo de qualquer natureza, como pressão excessiva, calor e frio.

Sistema propriorreceptor (músculo, articulação etendão)

Este sistema compreende:
1. Os mecanorreceptores do aparelho vestibular que informam o SNC independentemente do resultado da ação muscular em termos da alteração de posição e movimento da cabeça. Receptores da pele do mesmo modo contribuem para a propriocepção em sentido amplo.
2. Órgão tendíneo de Golgi – fibras nervosas ramificadas com espessamentos entre as fibras colágenas (v. fibra colágena) dos tendões. Os receptores das articulações e ligamentos são semelhantes, mas alguns possuem formas mais especializadas, como por exemplo os de Vater-Pacini.
3. Os fusos musculares – informam sobre a contração muscular, movimento e alongamento e dá um “sentido muscular” (por exemplo, permitem às pessoas cegas conhecer com precisão a posição de seus membros e regular o esforço necessário para realizar atividades que requerem variações do esforço muscular).

← voltar

Todos os direitos e imagens reservados - Clínica de fraturas Zona Norte | Design by Midhaus